BlogConteúdo, novidades, informação, etc.

Arquivo de: Inovação

Por que eu devo implementar Compliance Tributário na minha empresa?

Por | Compliance, Gestão Tributária, Inovação, Oportunidades | No Comments

Aqui no nosso blog você já acompanhou bastante sobre Compliance Tributário e, por vezes, para quem já entende um pouco do assunto, pode parecer meio óbvio a importância dele e também meio surpreendente que algumas empresas ainda tenham dado pouca atenção ao Compliance Tributário.

A grande questão é que muitos ainda não conseguem entender que não investir em Compliance Tributário pode causar danos irreversíveis à reputação de um negócio. Afinal, como disse Warren Buffett: “leva-se 20 anos para construir uma reputação e cerca de cinco minutos para perder uma”. Além disso, pesquisas mostram que as pessoas não querem fazer negócios com empresas que não tem boa reputação ou não se mostram honestas.  Se você não é confiável no mercado, é improvável que os clientes queiram trabalhar com você.

Outro ponto crucial dentro de uma empresa é que trabalhar em conformidade com a lei tributária influencia diretamente os  valores e princípios éticos que orientam o comportamento da organização. O Compliance Tributário faz com que uma empresa treine os membros da equipe de acordo com os princípios éticos e exige que a organização responsabilize os membros da equipe por eles.

Ao contrário do que muita gente pensa, o Compliance Tributário não é algo conservador, na verdade ele também pode servir como um impulsionador de mudança e inovação dentro da empresa. Isso porque ele pode criar uma nova rotina e modificar comportamentos fazendo com que a empresa evolua e garanta que não só o lado econômico da empresa seja beneficiado, mas também garantir que a empresa seja respeitada pelo mercado assumindo um posicionamento sério e honesto perante o mercado.

Ganhe mais competitividade no mercado investindo em planejamento tributário

Por | Compliance, Inovação, Tecnologia | No Comments

Sabemos que o mercado está cada vez mais competitivo e dinâmico e as empresas precisam se aperfeiçoar e buscar formas de se tornarem autossuficientes e também apresentar vantagens maiores que as concorrentes.  Nesse âmbito, é fundamental levar a sério questões fiscais pois elas representam custos para a organização.

Por isso isso, é comprovado que empresas que fazem um planejamento tributário minimizam os gastos com tributos e acabam crescendo, lucrando mais e podendo reinvestir no desenvolvimento do negócio. Podemos definir o planejamento tributário como um conjuntos de estratégias com foco em reduzir a incidência de tributos, em que o contribuinte pode estruturar sua empresa da forma menos onerosa, buscando diminuir custos para o seu negócio. Todas essas “estratégias” devem estar de acordo com a legislação em vigor.

Vale destacar que o planejamento tributário se faz tão necessário devido as diferentes taxas, impostos e contribuições existentes no Brasil, pois a elevada carga tributária atual interfere diretamente no  resultado econômico das empresas. Dessa forma, investindo e elaborando um planejamento tributário com ajuda de especialistas uma empresa poderá conter gastos e aumentar a margem de lucro.

Isso viabiliza o crescimento e a manutenção do negócio e impacta diretamente na competitividade. Muitas empresas vão a falência justamente por ignorarem questões tributárias. Destaca-se ainda que elaborar um planejamento tributário vai além da escolha do regime de tributação, pois ela ainda envolve questões relacionadas a clientes e fornecedores aproveitando ao máximo incentivos oferecidos pelo governo.

Quais os maiores desafios da gestão tributária de uma empresa?

Por | Consultoria, Inovação | No Comments

Desde que a Constituição Federal de 1988 foi instaurada, cerca de trezentas mil leis tributárias foram editadas. Além disso, quase três milhões de atos administrativos normativos relacionados a tributos e impostos  foram editados pela Receita Federal  e Fazendas municipais e estaduais. Tudo isso faz com que um cenário cheio de desafios seja formado em relação a gestão tributária de uma empresa.

Dessa forma, a maior dificuldade encontrada quando se fala em manter o Compliance Tributário acontece porque é extremamente complicado acompanhar as publicações diárias que divulgam as mudanças das leis tributárias/fiscais. Uma pequena e simples modificação pode trazer prejuízos gigantescos para uma empresa. Os próprios contadores, muitas vezes, ficam com dúvidas sobre as variáveis na estrutura conceitual de vários tributos e por isso precisam harmonizar seu trabalho com um planejamento tributário.

Falando em planejamento tributário, este é outro desafio dentro das empresas. Grande parte o despreza e acaba tendo problemas. Um exemplo é a escolha do melhor regime tributário. Para que ele seja escolhido é preciso de uma análise cuidadosa para ver qual possibilidade mais se adequa a empresa para então optar pelo Simples Nacional,  Lucro Real ou Lucro Presumido.

Outro desafio que merece ser ressaltado é que cada estado possui uma legislação diferente. O ICMS, por exemplo, é afetado de acordo com as leis de cada unidade da Federação. Outros impostos da alçada do estado são IPVA e ITCMD.

Além disso, outro problema que dificulta a gestão tributária é a falta de um bom software  para auxiliar todo o processo. Os softwares facilitam o controle tributário ao reduzir as possibilidades de informações e cálculos errados e oferecer mais garantias de cumprimento das obrigações acessórias, inclusive do pagamento pontual dos tributos.

Vale ressaltar que ter uma gestão tributária eficiente faz com a empresa ganhe mais confiança no mercado pois a reputação fiscal é um ponto muito importante para a imagem de um negócio. Afinal,  aparecer na capa de um jornal, na imprensa ou nas redes sociais em um escândalo  fiscal pode trazer problemas com a visão dos consumidores, afetar as vendas, o posicionamento e até mesmo a sua marca como um todo. Por isso, deve-se garantir a transparência necessária na empresa e com todo o seu entorno.

Empresas no Brasil precisam seguir mais de 3.000 normas tributárias

Por | Consultoria, Gestão Tributária, Inovação, Oportunidades | No Comments

O Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) realizou um estudo “Normas editadas no Brasil: 25 anos da Constituição Federal de 1988” que constatou que o empresário brasileiro tem que seguir 3.597 normas tributárias. Esse número significa  trabalhar com as diretrizes de 30.384 artigos, 91.764 parágrafos e 293.408 incisos.

O levantamento ainda revelou que desde a promulgação da Constituição Federal foram editadas mais de 275 mil normas tributárias em todos os âmbitos governamentais. Ou seja, a cada hora útil foram editadas em média 6 normas tributárias.

Em coletiva de imprensa, o presidente executivo da IBPT João Olenike afirmou o cumprimento das determinações da nossa Constituição obriga as empresas brasileiras a destinarem, no geral, cerca de R$ 45 bilhões por ano, com equipe de funcionários, tecnologias, sistemas e equipamentos, a fim de acompanhar as modificações, evitar multas e eventuais prejuízos nos negócios.

Com todos esse números fica claro que os encargos tributários e a burocracia são fatores que dificultam a atividade do empresário brasileiro. Para tentar reduzir esses problemas, a 4True trabalha desenvolvendo soluções de compliance tributário.  Saiba mais sobre nosso serviços e não quebre mais a cabeça com questões tributárias da sua empresa.

O que faz uma consultoria tributária? Entenda o trabalho da 4True.

Por | Compliance, Gestão Tributária, Inovação, Oportunidades | No Comments

Um dos focos da 4True é prestar serviços de consultoria fiscal e tributária. Para isso, mantemos um quadro de profissionais qualificados e especialistas na área que atuam prestando assessoria para analisar os procedimentos da sua empresa.

4True monta um planejamento tributário buscando ao máximo oportunidades para que sua empresa possa economizar com os impostos.

Nós também alinhamos todos os pontos para que a empresa usufrua de incentivos fiscais quando possível.

Além disso, estamos sempre realizando a revisão fiscal dos procedimentos adotados pela sua empresa. Assim, tudo fica alinhado com a realidade fiscal a fim de adequar as práticas do negócio com as alterações da legislação.